quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Sugestões de outono

Título: Adivinha quanto eu gosto de ti no Outono     

Autor: Sam McBratney                            

Editora: Caminho 



Sinopse:
       Dos mesmos autores do best seller Adivinha quanto eu gosto de ti, e novamente sob a chancela da Caminho, uma colecção de 4 volumes de pequeno formato (disponíveis numa bolsa de pano) que retoma as personagens e o universo afetivo do primeiro livro, narrando novas aventuras da Pequena Lebre Castanha e da Grande Lebre Castanha passadas nas quatro estações do ano.
No outono, as duas lebres divertem-se correndo atrás das folhas arrastadas pelo vento. Quando a Pequena Lebre Castanha encontra uma caixa abandonada, resolve pregar uma partida, escondendo-se lá dentro e fazendo-se passar por um monstro assustador. Mas será ela a ser perseguida quando a Grande Lebre Castanha resolver também entrar na brincadeira.

Explorando as cumplicidades existentes entre as personagens, num registo muito simples e acessível, também em resultado do contributo das expressivas ilustrações que acompanham a narrativa, o livro promove a identificação dos leitores com o universo efetivo recriado.


                                                            
Título: Histórias e Canções em Quatro Estações - Outono

Autor: Alice Vieira, Natércia Rocha, Carlos Pinhão, Ricardo Alberty


Editora: Lisboa Editora

Sinopse:
         Livro recomendado para apoio a projetos relacionados com Música e Artes no Jardim de Infância, 1º e 2º anos.
         Um projeto coordenado por Maria Alberta Menéres, Escritores, músicos, ilustradores e atores bem conhecidos reúnem-se para contar e cantar Histórias e Canções em 4 Estações 4 histórias para ver e ouvir, para ler e cantar...




Título: O Senhor Outono e o Lagarto Amigo das Palavras

Autor: Nuno Higino

Editor: Campo das Letras

Sinopse:
         Quando vem o Outono, o Poeta costuma dizer:
- Gosto de fechar os olhos e ouvir um piano a tocar na casa isolada e abandonada que é o meu espírito.
- A mim, o Outono faz-me lembrar um lagarto que rasteja no meio das folhas caídas e não se cansa de as pintar com os seus lápis de cor - dizia a Criança que a cada passo se encontrava com o Poeta para conversar e olhar a chegada do Outono. 




Sem comentários:

Enviar um comentário