quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Segredos - António Mota
 
Leitura para o 1º, 2º, 3º e 4º anos
 
 
Para leres o livro no teu computador, clica na imagem que se encontra abaixo.
 
Depois, clica em FOLHEAR e começa a tua leitura...

http://www.catalivros.org/portal/bo/portal.pl?pag=02n4_ficha_do_livro&janpap_id=60
António Mota nomeado para o prémio internacional ALMA de literatura para a infância

O escritor António Mota, autor de mais de 70 obras literárias, sobretudo para a infância, é o nomeado de Portugal para o prémio literário Astrid Lindgren Memorial Award (ALMA), revelou à Lusa a Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas.

"António Mota é um dos mais prolíficos escritores portugueses para a infância e juventude. O caráter da sua obra tem a singular qualidade de ser ao mesmo tempo intemporal e universal", justificou hoje o organismo à Lusa.

O prémio sueco ALMA, no valor de mais de 500 mil euros, é considerado o maior na área da literatura para a infância e juventude e da promoção da leitura.

As nomeações para a edição de 2014 só serão conhecidas no outono, mas a Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB) submeteu ao prémio a candidatura do escritor António Mota.

"Não tendo o seu trabalho, pelo menos até ao momento, sido objeto de muitas traduções, razão que pode talvez encontrar-se na sua natureza mais permanente e duradoura, discreta e sensível, como as mensagens que, independentemente dos tempos, dos contextos, queremos eternizadas ao longo de todas as gerações, ao longo de todos os crescimentos de todas as crianças, é esta mesma qualidade que defendemos como universal e rara", justificou o organismo, em relação à obra de António Mota.

António Mota nasceu em 1957 em Vilarelho, Porto, começou a dar aulas aos 18 anos e teve a estreia literária ao 22 anos, com "A aldeia das flores" (1979).

Em 1983 recebeu o Prémio da Associação Portuguesa de Escritores, com o livro "O rapaz de Louredo" e, em 1990, o Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças com "Pedro Alecrim".

A Fundação Calouste Gulbenkian voltou a distingui-lo com o mesmo prémio em 2004, na modalidade "Livro Ilustrado", com "Se eu fosse muito magrinho", com ilustração de André Letria.

António Mota tem mais de 50 livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura.

"A casa das bengalas", "Ninguém perguntou por mim", "O príncipe com cabeça de cavalo" e "Pedro Malasartes" são algumas das obras editadas por António Mota.

No ano passado, António Mota foi candidato ao Prémio Ibero-Americano SM de Literatura Infantil e Juvenil, no valor de 24.000 euros, promovido pela Fundação SM, do Brasil, com o apoio da Feria Internacional do Livro de Guadalajara.

O prémio ALMA foi criado há dez anos, em memória da escritora sueca Astrid Lindgren, e tem distinguido escritores, ilustradores e organismos que trabalham na promoção da leitura para jovens e crianças.
 
Fonte: RTP

terça-feira, 26 de novembro de 2013

António Mota (Ovil, Baião, 16 de Julho de 1957). Foi professor do ensino básico tornando-se conhecido como autor de literatura infanto-juvenil.

Escreveu em 1979 o seu primeiro livro, A Aldeia das Flores e tem atualmente dezenas de obras publicadas, inclusive algumas traduzidas em castelhano e galego. Recebeu vários prémios, dos quais se destacam o Prémio da Associação Portuguesa de Escritores (1983) para O Rapaz de Louredo, o Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens (1990) para Pedro Alecrim, o Prémio António Botto (1996) para A Casa das Bengalas, o Grande Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens (2006, categoria Livro Ilustrado) para Se eu fosse muito magrinho.

Em 2008 foi agraciado com a Ordem da Instrução Pública. Em 2013 foi nomeado como candidato ao prémio literário sueco ALMA de 2014.
 

Obras
A maioria das obras de António Mota foram publicadas pela Leya - Gailivro entre outros:
  • A Aldeia Das Flores ,1979
  • As Andanças do Senhor Fortes, 1981
  • O grilo verde, 1985
  • O rapaz de louredo, 1985
  • O rei, o sábio e os ratos, 1987
  • Pardinhas, 1988
  • O rebanho perdeu as asas, 1988
  • Pedro Alecrim , 1989
  • Andarilhos em Baião, 1989
  • Abada de histórias, 1989
  • Ventos da serra, 1989
  • Cortei as tranças, 1990
  • O conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas / adapt, 1990
  • Jaleco, 1991
  • Os sonhadores, 1992
  • A terra do anjo azul, 1994
  • À roda do pão, 1994
  • O lobisomem, 1994
  • A casa das bengalas, 1995
  • David e golias, 1995
  • Sal, sapo, sardinha, 1996
  • Segredos, 1996
  • Os Heróis do 6º F, 1996
  • Sonhos De Natal, 1997
  • O agosto que nunca esqueci, 1998
  • Fora de serviço, 1999
  • Se eu fosse muito alto, 1999
  • O príncipe com cabeça de cavalo, 1999
  • O velho e os pássaros, 2000
  • A galinha medrosa, 2000
  • Romeu e as rosas de gelo, 2000
  • O livro das adivinhas, 2001
  • O livro dos provérbios, 2001
  • O nabo gigante, 2001
  • Onde tudo aconteceu, 2002
  • A galinha medrosa , 2002
  • O galo da velha luciana, 2002
  • Pedro malasartes, 2002
  • Abada de histórias, 2002
  • A gaita maravilhosa, 2002
  • O sapateiro e os anões, 2003
  • Romeu e as rosas de gelo, 2003
  • A princesa e a serpente, 2003
  • Filhos de montepó, 2003
  • Se eu fosse muito magrinho, 2003
  • Maria pandorca, 2004
  • O Sonho De Mariana, 2003
  • O velho e os pássaros, 2004
  • Fábulas de esopo - recontadas por antónio mota, 2004
  • Uma tarde no circo, 2004
  • O livro das adivinhas -2º volume, 2005
  • O livro dos provérbios- 2º volume, 2005
  • Histórias Tradicionais Recontadas Por António Mota, 2005
  • De Barcelos Sei Um Saco De Cantigas, 2006, C.M.Barcelos
  • O coelho branco, 2006
  • A viagem do espanholito, 2006
  • Outros tempos, 2006
  • O livro das lengalengas 1, 2007
  • Se tu visses o que eu vi, 2007
  • Os negócios do macaco, 2007
  • O livro das lengalengas 2, 2008
  • O pombo-correio, 2007
  • Ninguém perguntou por mim, 2008
  • Lá de cima cá de baixo, 2008
  • João mandrião, 2008
  • Lamas de olo, avenida da europa, 2008
  • A rosa e o rapaz do violino, 2009
  • A prenda com rodas, 2009
  • Histórias da pedrinha do sol, 2009
  • A praia dos sonhos, 2010
  • Pinguim, 2010
  • A melhor condutora do mundo , 2010
  • Max e Achebiche uma história muito fixe, 2010
  • Um cavalo no hipermercado, 2011
  • O livro dos trava-línguas 2, 2011
  • O primeiro dia de escola, 2011
  • Os segredos dos dragões, 2011
  • O anel mágico, 2011
  • Histórias às cores, 2012

Prémios e distinções
  • 1983 - Prémio da Associação Portuguesa de Escritores, com O Rapaz de Louredo.
  • 1990 - Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura Infantil com Pedro Alecrim.
  • 1996 - Prémio António Botto, com A Casa das Bengalas.
  • 2004 - Grande Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura Infantil, modalidade ilustração, com Se eu fosse muito magrinho.
  • 2008 - Agraciado com o grau de oficial da Ordem da Instrução Pública.
 
Fonte: Wikipédia

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Vida e Obra de António Mota
 

quinta-feira, 21 de novembro de 2013


Concurso de Presépios e Postais de Natal em material reciclado ou da natureza

Para todos os alunos do agrupamento

 
Com a ajuda dos teus colegas de turma, amigos ou da tua família, constrói um Presépio com papel, plástico e tudo aquilo que seria deitado fora ou com materiais da natureza. Põe a tua criatividade e originalidade em ação e começa já a preparar o Natal. Podes também fazer Postais de Natal, que depois de expostos, serão uma mensagem de luz e fraternidade, na nossa Escola.
Entrega os teus trabalhos, na Biblioteca da nossa escola, até ao próximo dia 10 de dezembro, para podermos organizar uma exposição.  Os melhores trabalhos serão premiados e, assim, preparamos o nosso coração para o Natal

Participa! O teu trabalho e interesse são fundamentais!

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Ler Mais, Ler Melhor
 
O Anel Mágico, de António Mota


 
 Livros da vida de António Mota

Encontro com o escritor António Mota



 



segunda-feira, 18 de novembro de 2013

UM LIVRO : A CASA DOS SONHOS
Um livro é uma casa grande, com todos os quartos que quisermos ocupar e que está implantada no lugar do mundo que mais nos convier.
Um livro é um espelho onde nos podemos ver mas com corpo de homem, ou de mulher, de cor negra, ou branca ou aos quadradinhos, com cabelo ruivo ou louro ou de todas as cores.
Um livro é uma fonte de água muito límpida e muito fresca que nos mata a sede à hora que quisermos.
Um livro é uma árvore que nos dá a sombra e nos mostra as raízes diversas que povoam o chão.
Um livro pode ser uma travesseira ou um bálsamo.
Um livro pode ser um despertador mais estridente que os mais sibilantes despertadores.
Um livro pode levar-se para toda a parte - até para a banheira - e, muitas vezes agarra-se à pele de quem o lê e nunca mais na vida é capaz de o esquecer.
Um livro é o ser mais paciente do mundo. Espera por um leitor a vida inteira.
Não lêem livros os desafortunados que nunca tiveram a oportunidade de provar os sabores do sonho, da sabedoria e da vida.
Senhor, tende piedade deles!
António Mota 
 
Exposição de alguns trabalhos de alunos e obras do autor António Mota.