sábado, 3 de dezembro de 2011

Concurso de Presépios e Postais de Natal em material reciclado ou da natureza

Com a ajuda dos teus colegas de turma, amigos ou da tua família, constrói um Presépio com papel, plástico e tudo aquilo que seria deitado fora ou com materiais da natureza. Põe a tua criatividade e originalidade em ação e começa já a preparar o Natal. Podes também fazer Postais de Natal, que depois de expostos, serão uma mensagem de luz e fraternidade, na nossa Escola.
Entrega os teus trabalhos, na Biblioteca da nossa escola, até ao dia 9 de dezembro, para podermos organizar uma exposição. Os melhores trabalhos serão premiados e, assim, preparamos o nosso coração para o Natal.
Participa! O teu trabalho e interesse são fundamentais!
A Equipa da BE/CRE


Regulamento

O concurso é promovido pela Biblioteca Escolar, no âmbito da comemoração da quadra natalícia, com o intuito de estimular a imaginação e a criatividade artística, estimular o gosto pela escrita/leitura, promover o espírito natalício e a sã convivência entre todos os membros da comunidade escolar.
 
Participantes no Concurso
        O  concurso destina-se a todos os intervenientes da comunidade escolar:
Escalão A- Alunos do Pré-Escolar;
Escalão B- Alunos do 1º ciclo;
Escalão C- Alunos do 2º ciclo;
Escalão D- Alunos do 3º ciclo;
Escalão E- Professores, Assistentes Operacionais, Assistentes Técnicos e Pais/Encarregados de Educação.

Trabalhos a Concurso

a)  Cada participante pode apresentar apenas um trabalho a concurso, em cada uma das modalidades: presépio ou postal, devendo cada trabalho ser acompanhado de uma mensagem alusiva ao Natal.
b)   Os trabalhos têm de ser realizados em materiais reciclados ou provenientes da natureza.
c) Os trabalhos têm de ser entregues na Biblioteca da Escola sede, devidamente identificados - nos escalões A, B, C e D, - indicar nome, número e turma; no escalão E referir o nome e a função que desempenha (nos Encarregados de Educação referir também o nome, número e turma do educando).

Entrega dos Trabalhos
 Os trabalhos deverão ser entregues na Biblioteca da Escola sede, devidamente identificados, até ao dia 9 de Dezembro 2011.

Divulgação e Votação dos Trabalhos
Todos os trabalhos apresentados a concurso serão exibidos na Biblioteca, durante a semana de 12 a 16 de dezembro. Os trabalhos vencedores serão divulgados on-line, no blogue da Biblioteca Escolar, no dia 16 de Dezembro.
Os postais selecionados com o 1º prémio serão usados pelo Agrupamento para enviar as “Boas Festas”.
Júri
O júri é composto pelos professores colaboradores da Biblioteca.

Prémios
O primeiro lugar de cada escalão será premiado e todos os participantes receberão um certificado de participação.

Nota: O incumprimento de qualquer um dos pontos do presente documento desencadeará a impossibilidade do trabalho ir a votação, levando inevitavelmente à sua desclassificação para efeitos de concurso.

 

Feira do Livro

Feira do Livro na Biblioteca Escolar de Santa Cruz da Trapa


O Agrupamento de Escolas de Santa Cruz da Trapa, mais concretamente a Equipa da Biblioteca Escolar, vai organizar mais uma Feira do Livro. Decorrerá na semana de 12 a 16 de dezembro, na própria Biblioteca, procurando dar consecução a objetivos do Plano Nacional de Leitura (PNL), nomeadamente, promover o gosto pelo livro e fomentar hábitos de leitura.
Esta atividade é dinamizada pela Equipa da Biblioteca. Os livros são fornecidos pela Livraria Lamegarte e vão poder ser adquiridos por um preço mais baixo do que o preço de capa.
Além de publicações de apoio ao currículo, como por exemplo dicionários, gramáticas, livros de atividades, enciclopédias, livros científicos e informação cultural, vai estar patente um grande número de obras de literatura nacional e estrangeira, para todas as idades.
A atividade está vocacionada para toda a comunidade educativa e população, que será muito bem-vinda à Biblioteca Escolar.
Serão enviados convites aos Pais / Encarregados de Educação.




A Biblioteca da Escola vai promover de 12 a 16 de dezembro de 2011, a Feira do Livro, uma atividade destinada a todos os Alunos, Professores, Assistentes Operacionais, Encarregados de Educação e Comunidade.
A Feira do Livro terá lugar na Biblioteca da Escola e decorrerá entre as 8:30h e as 18h.
As obras expostas durante a Feira do Livro têm um desconto de 10% sobre o preço de capa.
No dia 12 de dezembro, com o objetivo de criar uma maior proximidade com a leitura, terá lugar na Biblioteca uma conferência para a apresentação do livro “Mil e 1001 Cores,” que contará com a presença da autora do livro, Marta Guerreiro, para todos os alunos do 2º e 3º ciclos.
Para os alunos do 1ºciclo e pré-escolar, haverá um Encontro com a Psicóloga Renata Ribeiro, para uma sessão de AFETOS E SENTIRES, no dia 15 de Dezembro.
Haverá ainda, uma sessão de esclarecimento sobre a utilização dos jogos de afetos, da autoria da Doutora Graça Gonçalves, destinada aos professores do ensino pré-escolar, 1º, 2º e 3º ciclos, a realizar no dia 15 de dezembro, pelas 17:30h, na biblioteca.
Ficamos aguardar a vossa visita!



http://www.youtube.com/watch?v=ZMse5xB5cQo&feature=player_embedded

Informação básica sobre o livro “1001 Cores”

Data de lançamento 19 de maio de 2011

Género  Romance; Sentimentos; Experiências; Vida; Relato Pessoal

Sobre Um romance literário, com base no amor pelo diferente. Uma história contada na primeira pessoa, onde se misturam factos reais, com a magia.

Descrição A História de uma família que vê chegar um filho com paralisia cerebral.
Marta Guerreiro, de 16 anos, escreve com alma a história da sua família e das mudanças que tiveram que efetuar quando Inês, a sua irmã, hoje com 7 anos, nasce com paralisia cerebral.

Editor Edições Esgotadas

Site que podes consultar: http://www.1001cores.com
http://www.edicoesesgotadas.com

Para descobrires mais sobre o Marta Guerreiro, consulta: http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002659106536
http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=1761237371



"1001 Cores" um livro por uma causa
Apresentação e sessão de autógrafos, dia 12 de Dezembro, das 10h00 às 13h00, na FEIRA DO LIVRO, na tua Biblioteca. Oportunidade de comprar um livro autografado pela autora.

(Marta Guerreiro com seus pais e irmão)

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Dia do não fumador

No passado dia 17 de novembro, teve lugar mais uma comemoração do Dia do Não Fumador, na biblioteca escolar da Escola Básica Integrada de Santa Cruz da Trapa, dinamizada pela equipa da BE/CRE e pela equipa PES.

A biblioteca foi decorada com cartazes e panfletos alusivos ao tema.

Durante o dia, os alunos da escola sede visitaram a biblioteca, onde assistiram à projeção de power-points e realizaram questionários sobre esta temática. No átrio principal da escola deixaram mensagens alusivas aos malefícios do tabaco.

Com esta atividade, a equipa da BE/CRE pretendeu chamar, mais uma vez, a atenção das crianças e jovens para a necessidade de uma vida saudável, sem tabaco.

domingo, 20 de novembro de 2011

Comemoração do Dia de São Martinho

No passado dia 11 de novembro, teve lugar mais uma comemoração do São Martinho na biblioteca escolar da Escola Básica Integrada de Santa Cruz da Trapa, dinamizada pela equipa da BE/CRE.

A biblioteca foi decorada a preceito para a ocasião, não faltando as tradicionais castanhas.

Foram convidadas todas as turmas do Agrupamento a participarem nas atividades apresentadas pela equipa da BE/CRE. Assim, os alunos do 1º ciclo da escola sede ouviram um conto de Maria Luísa Ducla Soares, assistiram à projeção de um power-point sobre a lenda de São Martinho e realizaram fichas de atividades (cronogramas, completar provérbios e colorir gravuras) alusivas ao São Martinho.

Durante todo o dia, a biblioteca foi visitada pelos outros alunos da escola que participaram entusiasticamente nas atividades.

Ainda no âmbito desta comemoração, a biblioteca escolar promoveu um concurso de “Quadras de São Martinho”, com o intuito de preservar as tradições populares, estimular o gosto pela escrita/leitura e promover a sã convivência entre todos os membros da comunidade escolar. Esta atividade teve uma grande adesão e depois de uma difícil escolha, foram selecionadas as seguintes quadras vencedoras:

1ºCiclo

São Martinho está a chegar
e as castanhas por assar.
São Martinho venha cá
Comer, saltar e brincar.

(Daniela Gomes Duarte - EB1 de Manhouce – 4ºano)

São Martinho a chegar
Castanhas a saltar
Magustos no ar
Festa rija sem parar!

(Maria Francisca Pinto Cabral - EBI Santa Cruz da Trapa – 4ºano)

3ºCiclo
No dia de São Martinho
Gosto muito de cantar
E à volta da fogueira
As castanhas assar.

(Joana Almeida – 7ºB)

São Martinho é generoso,
meia capa dispensou.
Com um ato tão bondoso,
o Sol logo brilhou.

(Ana Sofia Rodrigues – 9ºB)

Professores/Assistentes Operacionais

Castanha, castanhinha,
tão gorda e redondinha!
No ouriço a espreitar,
Põe-te à porta, para eu não me picar!

(Professora Ana Paula Oliveira)

S. Martinho Soldado Guerreiro,
Tornaste-te um santo!
Neste dia especial,
Convido-te para meu padroeiro!

(Maria Fátima Fernandes, Manhouce)

PARABÉNS A TODOS OS PARTICIPANTES!
A EQUIPA DA BE/CRE

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

quinta-feira, 10 de novembro de 2011



Dia de São Martinho



Comemora-se, no dia 11 de novembro, o Dia de São Martinho. A Biblioteca Escolar não deixa passar em claro esta oportunidade para te propor algumas atividades.


CONCURSO DE QUADRAS

É um concurso destinado a toda a comunidade educativa. 
Pode consultar o regulamento AQUI.




HORA DO CONTO




Durante o dia 11 de novembro, a equipa da BE proporciona aos alunos do 1.º e 2.º ciclo a oportunidade de  conhecer melhor a Lenda de São Martinho.




ADIVINHAS E PROVÉRBIOS


Durante o dia 11, podes encontrar diversas atividades (adivinhas, provérbios, etc.) relacionadas com o São Martinho. A BE desafia os alunos para virem participar nestas atividades.


Para descobrires mais sobre o São Martinho, consulta: http://smartinho.blogspot.com/

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Apresentação do livro «1001 Cores» na Biblioteca do Agrupamento de Escolas Santa Cruz da Trapa

No dia 12 de dezembro, irá decorrer na Biblioteca da Escola a apresentação do livro “1001 Cores”, escrito por Marta Guerreiro, com apenas 16 anos (15 aquando da escrita), se lançou no desafio de descrever fatos reais da sua vida.
Em “1001 cores”, Marta Guerreiro conta a sua experiência quando aos nove anos viu nascer uma irmã com 98% de paralisia cerebral.

Sinopse:
A sinopse do livro é da própria autora e a cerca do livro diz que: “Por entre montanhas e onde a monotonia é a principal companhia diária, surge uma oportunidade única de poder regressar no tempo. Margarida, uma menina de 15 anos, perde-se entre mitos e histórias de antepassados numa floresta perto de Castro-Daire".
Baseado em factos reais, a protagonista da história conta-nos uma das mais importantes e especiais experiências de vida dela, ter uma irmã com 98% de paralisia. Terá que optar por caminhos, caminhos esses que a farão escolher entre impedir um nascimento de tal gravidade, ou percorrer todo o percurso que tinha feito até ali, mesmo que esse fosse talvez, o mais doloroso.

Excertos do livro:
“A minha cabeça começou a ficar pesada, mais e mais pesada. Tive um flashback dos momentos mais significantes que tinha vivido, desde sempre. Tentei segurar-me a uma cadeira, mas o meu corpo ultrapassava qualquer objecto e ninguém reparava em mim. Cai, a última coisa que me lembro ter visto foi o meu pai e o meu irmão, a sorrirem-me, por trás dos vidros baços, da pequena sala dos cuidados intensivos.”
“As paredes eram sujas. Sujas de desgosto e memorias que todos tentam esquecer, estas paredes. Os cuidados intensivos e intermédios eram sítios de muita dor, no entanto, podiam trazer tanta felicidade quanto cabe num coração. Corri, sem que ninguém me dissesse onde eu deveria ir, ou em que sitio contornar. Olhava pelas janelas, e via a vida a correr ao meu lado, ao lado do meu reflexo.”

“ A minha irmã nasceu com paralisia cerebral e eu com o livro não pretendo de forma alguma a sensação de pena. Antes pelo contrário eu quero mostrar que na diferença também há aceitação. Para a revolta também há maneiras de nos expressarmos de forma mais positiva.”

Ouça aqui os comentários de Marta Guerreiro, na apresentação do livro na FNAC em Viseu, no dia 9 de outubro de 2011.

sábado, 5 de novembro de 2011

Halloween

No passado dia 31 de outubro, teve lugar mais uma comemoração do Halloween, na biblioteca escolar da Escola Básica de Santa Cruz da Trapa, dinamizada pela equipa da BE/CRE.
A biblioteca foi decorada a preceito para a ocasião, não faltando as tradicionais abóboras e as “assustadoras” bruxas.
Durante todo o dia, os alunos visitaram a biblioteca onde puderam ver uma exposição temática com livros e DVDs alusivos ao dia. Também assistiram a uma sessão de cinema, com a projeção de um filme verdadeiramente “assustador” e realizaram fichas de atividades.
Neste dia, a biblioteca foi “invadida” por duas simpáticas bruxinhas, as alunas Joana Soares, do curso CEF e Irene Oliveira do 7ºC que, na Hora do Conto, fizeram as delícias dos nossos alunos mais novos, contando histórias onde a fantasia e a imaginação dominavam.


Os alunos participaram, de uma forma espontânea e interessada, em todas as atividades propostas, tendo sido um dia muito divertido mas “aterrador”.

sábado, 29 de outubro de 2011

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares



No âmbito das atividades do Mês Internacional da Biblioteca Escolar cujo dia se assinalou este ano a 24 de outubro, a Equipa da Biblioteca promoveu visitas guiadas à BE durante toda semana. Realizou-se, de igual forma, um Bibliopaper, intitulado “À Descoberta da Biblioteca”, pondo à prova as capacidades e os conhecimentos de todos enquanto utilizadores da nossa Biblioteca. Esta atividade pretendeu dar a conhecer o fundo documental existente na BE, explicar o modo como está organizado e sensibilizar os alunos para uma correta utilização deste espaço. Foi-lhes distribuído o Guia do Utilizador da BE.
Visando também a promoção do livro e da leitura, a equipa proporcionou a todos os alunos do 1º e 2º ciclos da escola sede, o encontro com a contadora de histórias, Liliana Santos Gonçalves, da Biblioteca do Instituto Politécnico de Leiria.
Os alunos ouviram as histórias, interagiram com a contadora, falaram de outras histórias e dos autores que conheciam.
O Pinto Careca” de Marisa Nuñez e “A Que Sabe A Lua?” de Michael Grejniec foram as histórias escolhidas por Liliana Gonçalves, para animar os nossos alunos, que se mostraram bastante entusiasmados e participativos.
Liliana Gonçalves interagiu com os alunos através de pequenos jogos de expressão dramática, que estimularam a imaginação e a criatividade dos mais pequenos.
Os alunos sempre atentos, aderiram com muito entusiasmo e ficaram encantados com a expressividade da Liliana tomando um papel ativo na atividade e, interagindo com a contadora de histórias.
Um bem-haja à Liliana que nos proporcionou com mestria, momentos de alegria e de muita aprendizagem, evidenciando como se dá vida a uma história.

Esta iniciativa foi avaliada pelos participantes como muito interessante.

No cartaz estão assinaladas as atividades que foram realizadas.





Celebramos, em outubro, o mês Internacional das Bibliotecas Escolares. Na nossa escola, ao longo de todo o mês, desenvolvemos atividades diversificadas com o propósito de assinalar este evento e demonstrar as várias potencialidades da biblioteca escolar, como recurso pedagógico que contribui para o sucesso educativo dos alunos.
Assim:
5 de outubro – Dia da Implantação da Republica/Dia do Professor;
16 de outubro – Dia Mundial da Alimentação;
25 de outubro – Dia da Biblioteca Escolar;
31 de outubro – Halloween.
Estes dias foram recheados de atividades e desde já, a equipa da BE/CRE agradece a colaboração e participação de todos os intervenientes.
E foi desta forma saudável e enriquecedora, que assinalámos mais uma vez, o mês Internacional das Bibliotecas Escolares, com o intuito de aproximar a comunidade escolar deste espaço, indo de encontro às expetativas de todos os que dela usufruem.
Aqui ficam algumas fotos destas atividades.


quinta-feira, 27 de outubro de 2011

O Dia Mundial da Alimentação

Dia Mundial da Alimentação

No passado dia 17 de outubro, assinalou-se, uma vez mais, O Dia Mundial da Alimentação.
Reconhecendo a enorme importância da promoção de hábitos alimentares mais saudáveis junto da população jovem, não só no dia comemorativo da alimentação, mas nos 365 dias do ano. Foi nesse sentido que a iniciativa organizada no Dia Mundial da Alimentação, veio reforçar ainda mais essa aposta na saúde. É de extrema importância, porque permite que os alunos melhorem as suas competências e também que possam ser veículos transmissores para a família, de bons comportamentos a nível alimentar, de forma a permitir um estilo de vida cada vez mais saudável.
Foi também objetivo da equipa organizadora que a comemoração do Dia Mundial da Alimentação fosse reconhecida como a mais importante data para alertar e consciencializar a comunidade educativa em relação a questões globais relacionadas com a nutrição e alimentação dos mais desfavorecidos.
Neste sentido, não deixando passar a oportunidade de nos associarmos a estas causas, foram desenvolvidas as seguintes atividades:
- Foi promovido um banco alimentar para recolha de alimentos, com o objetivo de colmatar possíveis dificuldades de alguns alunos do Agrupamento;
- Foram expostos trabalhos elaborados pelos alunos, nas aulas de Ciências da Natureza, alusivos ao tema;
- Foram elaborados frutos em cartolina com frases alusivas à prática de uma alimentação correta e distribuição dos mesmos a toda a comunidade escolar;
- Foi confecionada uma sobremesa saudável, doce de abóbora com nozes e servido durante o lanche da tarde;
- Na biblioteca foram projetados filmes e PowerPoint alusivos ao tema alimentação;
- Foram elaborados panfletos, para serem explorados na biblioteca, nas aulas de Ciências ou Formação Cívica;
- Sensibilização dos alunos do primeiro ciclo para a prática de uma alimentação correta, através de um conto, na biblioteca;
Globalmente, os alunos manifestaram bastante interesse pelo desempenho demonstrado, nas atividades propostas.
A dinamização das atividades envolveu os docentes da equipa PES, os docentes das disciplinas de Ciências da Natureza/Naturais e a equipa da BE/CRE.

sábado, 8 de outubro de 2011

Implantação da República

A atividade comemorativa da Implantação da República, promovida pela BE/CRE, constou de uma exposição temática alusiva ao dia e da passagem de filmes/documentários.
Esta decorreu com empenho, interesse e participação ativa dos intervenientes.
Pretendeu-se, mais uma vez, que houvesse unidade em torno dos valores democráticos promovidos pela 1ª República, nomeadamente a preocupação dos governantes, a nível das reformas no ensino, principalmente a alfabetização da população e nos direitos dos trabalhadores.
A equipa da BE/CRE incentivou assim os alunos à formação de uma cidadania responsável, com o objectivo de os tornar homens e mulheres cada vez mais úteis à sociedade atual.

Dia do Professor

No dia cinco de outubro comemorou-se o Dia do Professor.  Nada mais justo que prestar uma homenagem especial a quem nos ensina tanto!


5 de outubro - "Dia do Professor"

Professor é uma pessoa que ensina uma ciência, arte, técnica  ou outro conhecimento. Para o exercício dessa profissão, requer-se qualificações académicas e pedagógicas, para que consiga transmitir/ensinar a matéria de estudo da melhor forma possível ao aluno”.  
“ É uma das profissões mais antigas e mais importantes, tendo em vista que as demais, na sua maioria, dependem dela. Já Platão, na sua obra A República, alertava para a importância do papel do professor na formação do cidadão.
              
                              
"Educar é semear com sabedoria e colher com paciência. "
                                                                                 Augusto Cury

 
"A maior glória de um professor é sentir que os seus alunos tornaram-se grandes homens."
                                                                                                             Erasmo Shallkytton  

"Àqueles que nos ensinaram muito mais que teorias, que nos preparam também para vida, todo o nosso carinho e gratidão." 

                                                                                                        Desconhecido


"Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar."

                                                                                            Esopo

Homenagem aos Professores
 
Em nome de todos os alunos do mundo, queremos agradecer todo o amor com que trataram até hoje a educação. Muitos de vocês gastaram os melhores anos da vossa vida, alguns até adoeceram, nessa árdua tarefa.O sistema social não vos valoriza na proporção da vossa grandeza, mas tenham a certeza de que, sem vocês, a sociedade não tem horizonte, as nossas noites não têm estrelas, a nossa alma não tem saúde, a nossa emoção não tem alegria.
Agradecemos o vosso amor, sabedoria, lágrimas, criatividade e perspicácia, dentro e fora da sala de aula. O mundo pode não vos aplaudir, mas o conhecimento mais lúcido da ciência tem de reconhecer que vocês são os profissionais mais importantes da sociedade.
Professores, muito obrigado. Vocês são os mestres da vida.
 
Augusto Cury


 
Feliz Dia do Professor!






sábado, 1 de outubro de 2011

Dia Europeu das Línguas
Para celebrar o Dia Europeu das Línguas, que este ano comemorou o seu 10º aniversário, a Biblioteca Escolar promoveu no dia 26 de Setembro e durante toda a semana, uma atividade subordinada ao tema: “A língua Portuguesa em Destaque”. Pretendeu-se com a escolha do tema conferir particular realce àquela que é a 3ª língua europeia mais falada no mundo e língua oficial em oito países. O Dia Europeu das Línguas (DEL) é comemorado todos os anos, desde 2001, em 26 de setembro, por iniciativa do Conselho da Europa. A razão de ser deste dia “especial” é celebrar a diversidade das línguas e das culturas existentes no espaço europeu.
Assim, foram elaborados e distribuídos marcadores de livros para assinalar e comemorar a data.




Dia Europeu das Línguas
Journée Européenne des Langues
European Day of Languages
Dia Europeo de las Lenguas

Agrupamento de Escolas de Santa Cruz da Trapa 26 de setembro de 2011

Em articulação com as docentes de línguas estrangeiras, foi organizada uma atividade para os alunos do 2.º e 3.º ciclos, reunindo um grande grupo de alunos falantes de outras línguas. Aprender línguas não só favorece a comunicação entre as pessoas, como afasta muitas barreiras interculturais. Numa sociedade cada vez mais globalizada, o domínio de línguas estrangeiras subentende mais possibilidades de encontrar um emprego, de levar uma vida melhor no seu país de origem e noutras partes do mundo.
Foi proposto aos alunos um “Workshop de provérbios”, com os seguintes objetivos:
-Chamar a atenção dos alunos para a importância de aprender línguas;
- Promover a tomada de consciência e o respeito por todas as línguas;
- Sensibilizar para os aspetos divergentes e coincidentes, nos provérbios das diferentes línguas.
Tivemos fantásticas revelações de alguns alunos!
Aqui ficam alguns registos das respostas mais corretas.


Provérbios de língua inglesa
Provérbio: While there´s life, there´s hope. Equivalente em Português: Enquanto há vida, há esperança. Explicação: Vale sempre a pena lutar até ao fim. (David Lima e Francisco, do 5º A)
Provérbio: A close mouth catches no flies. Equivalente em Português: Em boca fechada não entre mosca. Explicação: Às vezes é melhor estar calado para não dizer asneiras. (Beatriz e Diana Santos, do 5º C)
Provérbio: Love sees no faults. Equivalente em Português: O amor é cego. Explicação: Quando se gosta de alguém, não se reconhece os erros e os defeitos dessa pessoa. (Ana Gonçalves, do 9º C)
Provérbio: Looks can be deceiving. Equivalente em Português: As aparências enganam. Explicação: Às vezes julgamos as pessoas como elas são por fora e dentro são outra coisa. (Rafaela e Vânia, do 9º A)
Provérbio: Better late than never. Equivalente em Português: Antes tarde do que nunca. Explicação: Mais vale chegar tarde em vez de não chegar . (Cristiana e Inês Teixeira, do 7º A)
Provérbio: When in Rome, do like the Romans. Equivalente em Português: Quando em Roma, faça como os Romanos. Explicação: Quando estás integrado num certo local, tens de agir como os seus habitantes. (Ana e Carolina, do 9º B)
Provérbio: When in Rome, do like the Romans. Equivalente em Português: Quando em Roma, faça como os Romanos. Explicação: Quando estás integrado num certo local, tens de agir como os seus habitantes. (Ana e Carolina, do 9º B)

Provérbios de língua espanhola
Provérbio: Más vale pájaro en mano que ciento volando”. Equivalente em português: Mais vale um pássaro na mão do que cem a voar. Explicação: Temos de nos contentar com o que temos. (Ângela e Sílvia, 9ºB)
Provérbio: Quien avisa no es traidor. Equivalente em português: Quem te avisa teu amigo é. Explicação: Se for um bom amigo diz o que pensa para teu bem, mesmo que não concorde contigo. (Rodrigo e Diogo R., 8ºA)
Provérbio: Cuando el gato está ausente, los ratones se divierten. Equivalente em português: Patrão fora, dia santo na loja. Explicação: Quando não temos ninguém para nos controlar ou dizer se fazemos bem ou mal, nós fazemos aquilo que nos convém e o que nos apetece. (Filipa e Fátima, 9ºB)
Provérbio: La gallina de mi vecina siempre es más gorda que la mía. Equivalente em português: A galinha da vizinha é sempre mais gorda do que a minha. Explicação: As coisas das outras pessoas são sempre melhores do que as nossas. (Cristiana e Rafaela, 7º C)
Provérbio: En boca cerrada no entran moscas. Equivalente em português: Em boca fechada não entram moscas. Explicação: Mais vale ficar calado do que dizer asneiras. (Paulo e Sónia 8ºA)
Provérbio: A buen entendedor, pocas palabras bastan. Equivalente em português: Para bom entendedor meia palavra basta. Explicação: Uma pessoa que percebe bem as coisas, não precisa de ouvir muitas explicações. (Ana Carolina 9ºC)

Provérbios em língua francesa
Provérbio: Quand on veut, on peut. Equivalente em português: Querer é poder. Explicação: Quando queremos alguma coisa, devemos lutar por isso. (Ana Isabel e Ana Rita, 9ºA)
Provérbio: La meilleure defense c’est l’ataque. Equivalente em português: A melhor defesa é o ataque. Explicação: Para a melhor defesa, a tática é o ataque. (Rafaela e Vânia R., 9ºA)
Provérbio: Qui ne risque rien, n’a rien. Equivalente em português: Quem não arrisca não petisca. Explicação: Quem não arriscar, não tem o que quer.(Sérgio, 9ºA)
Provérbio: L’amour est veugle. Equivalente em português: O amor é cego. Explicação: Quando estamos apaixonados, não vemos os defeitos nem as coisas más da pessoa de quem gostamos. (Carlos e Vincent, 9ºA)
Provérbio: Dans l’adversité, on connait ses amis. Equivalente em português: Nas horas más conhecemos os verdadeiros amigos. Explicação: Só os bons amigos estão connosco até ao fim e nos maus momentos. (Jorge e Ana Cristina, 9ºA)
Provérbio: Qui part a la chasse, perd sa place. Equivalente em português: Quem vai ao mar perde o lugar. Explicação: Significa que quando perdemos uma oportunidade é difícil recuperá-la. (Elisa e Joana, 9ºA)
Provérbio: Il n’y a pás des roses sans épines. Equivalente em português: Não há rosas sem espinhos. Explicação: Não há nada que, por mais perfeito que pareça, o seja. (João David e Marco Vicente, 9ºA)

Aproveitamos para agradecer a todos os professores que colaboraram no acompanhamento dos alunos e que contribuíram para o sucesso desta iniciativa.

terça-feira, 29 de março de 2011

Convite aos Pais Encarregados de Educação

   O PLANO NACIONAL DA LEITURA propôs a todas as Escolas, que organizassem actividades educativas para comemorar a Semana da Leitura 2011 que, no nosso Agrupamento de Escolas de Santa Cruz da Trapa, irá decorrer de 4 a 8 de Abril.
   É com prazer que a nossa Escola adere novamente a esta iniciativa, destinada a celebrar e incentivar a leitura entre crianças e jovens.
   Eis algumas das actividades que iremos realizar:
     - Leituras na sala de aula e na biblioteca;
     - Encontro com escritores;
     - Feira do livro;
     - Exposição de trabalhos dos alunos;
     - Decoração da escola.


   Gostaríamos de poder contar com os Pais/Encarregados de Educação, outros familiares e amigos para se deslocarem à Escola, lerem para os vossos filhos uma pequena história, um poema ou um livro de que ambos gostem.
   Caso algum elemento da família ou amigo possa participar, gostaríamos que informassem a Equipa da BE/CRE, até ao dia 1 de Abril do dia e hora em que poderão comparecer.
  
Contamos convosco!

Feira do Livro na Biblioteca Escolar de Santa Cruz da Trapa

    O Agrupamento de Escolas de Santa Cruz da Trapa, mais concretamente a Equipa da Biblioteca Escolar, vai organizar mais uma Feira do Livro. Decorrerá na semana de 4 a 8 de Abril, na própria Biblioteca, procurando dar consecução a objectivos do Plano Nacional de Leitura (PNL), nomeadamente, promover o gosto pelo livro e fomentar hábitos de leitura.   Esta actividade é dinamizada pela Equipa da Biblioteca. Os livros são fornecidos pela Livraria Lamegarte e vão poder ser adquiridos por um preço mais baixo do que o preço de capa.
   Além de publicações de apoio ao currículo, como por exemplo dicionários, gramáticas, livros de actividades, enciclopédias, livros científicos e informação cultural, vai estar patente um grande número de obras de literatura nacional e estrangeira, para todas as idades.
   A actividade está vocacionada para toda a comunidade educativa, que será muito bem-vinda à Biblioteca Escolar e serão enviados convites aos Pais / Encarregados de Educação.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Ana Saldanha sensibiliza para a leitura

   No passado dia 18 de Março, no âmbito da Semana da Leitura, a escritora Ana Saldanha esteve na escola sede do Agrupamento de Escolas de Santa Cruz da Trapa, numa iniciativa promovida pela Biblioteca Escolar. A sessão foi dirigida a uma plateia composta por alunos do 8º ano, turmas A, B e C. Esta actividade pretendeu promover o contacto com a escritora e a sua obra, incentivando os alunos à leitura e à escrita.
   Ana Saldanha nasceu no Porto, em 1959, onde viveu a sua infância, adolescência e parte da sua vida adulta. Licenciou-se em 1981 na Universidade do Porto, no curso de Línguas e Literaturas Modernas. Em 1992, foi para a Inglaterra fazer o seu mestrado em Literatura Inglesa e, posteriormente, realizou o seu doutoramento na Universidade de Glasgow.
   O encontro na biblioteca começou com a apresentação da biobibliografia da escritora, sendo conhecida como uma das melhores escritoras para jovens e autora de uma vasta obra de Literatura Juvenil. Ana Saldanha foi distinguida com vários prémios, dos quais se salienta o atribuído a uma das suas obras mais conhecidas “Uma questão de cor”, que foi recomendada pela IBBY, seleccionada para as Olimpíadas da Leitura, em 1996 e foi finalista do prémio UNESCO de Literatura Infantil e Juvenil, em prol da tolerância, em 1997.
   A propósito desta obra, que foi trabalhada pelos alunos nas aulas de Língua Portuguesa, foram lidos poemas por parte de alguns alunos. Ana Saldanha referiu que se inspirou na autobiografia de Nelson Mandela para abordar a problemática do racismo, facto que sensibilizou os alunos para a abordagem desta temática.
   Num ambiente de grande empatia e dinamismo, a escritora interagiu com os presentes, respondeu às questões colocadas pelos discentes e complementou estas respostas com a leitura expressiva de extractos de algumas obras que, pelos temas abordados e pela expressividade da autora, cativou os alunos e professores e espalhou na assistência uma forte motivação para ler mais.
   Os livros da escritora estiveram à venda na biblioteca da escola durante algumas semanas. No final do encontro, Ana Saldanha autografou-os e trocou ideias com os alunos.
   A equipa da BE agradeceu à escritora, a sua presença, simpatia e poder de comunicação, que cativaram todos os que se deslocaram à biblioteca da escola. Parabéns também a todos os que contribuíram para a preparação e realização deste encontro, nomeadamente as professoras da disciplina de Língua Portuguesa.
   A todos o nosso bem-haja!