quarta-feira, 22 de março de 2017

Dia do Pai - José Jorge Letria

O Dia do Pai
(19 de março)


É um dia iluminado
pela ternura de quem ama
em cada filho o futuro
como se fosse uma chama
que nada pode apagar,
seja o vento, seja a chuva,
seja a tormenta do mar.
É um dia carinhoso
com uma história para contar
que só acaba à noite
quando nos vamos deitar,
ao colo do nosso pai
com uma canção de embalar.


sábado, 18 de março de 2017

Dia do Pai



Querido Pai



            Pai Miminhos, Pai Força, Pai Compincha, Pai Cócegas... Descubra o olhar que uma menina lança sobre os estados de alma do seu pai, acompanhados de ilustrações transbordantes de ternura. Depois de Mamã Maravilha, é a vez de os pais terem a sua homenagem, num livro que é um presente ideal tanto para os mais pequenos como para os mais crescidos.  


Ler Mais, Ler Melhor - Querido Pai, com texto de Orianne Lallemand e ilustrações de Angélique
Pelletier, Editorial Presença




Um Dia Especial com o Meu Papá! 


            Plano Nacional de Leitura
            Livro recomendado para Educação Pré-Escolar, destinado a leitura em voz alta.

         A mamã teve de sair e o papá ficou a tomar conta das crianças. O papá decidiu inventar algumas brincadeiras e uma dança especial. Este divertido livro mostra que os papás também sabem cuidar muito bem dos filhos.
            Um Dia Especial com o Meu Papá! de Guido Van Genechten


Pê de pai





            Uma história infantil para ser usada no Jardim de Infância. É um livro para comemorar o Dia do Pai e valorizar o pai de cada um, tem o nome de "o meu pai". 












Sinopse
            Esta é a história de um menino que tinha pressa de crescer. Ele achava que, se usasse uma das gravatas do seu pai, se tornaria num senhor alto e importante! Por isso resolveu experimentá-las uma a uma, fossem estas felizes, preguiçosas, apaixonadas, aventureiras ou despistadas. Mas nenhuma condizia com aquilo que sentia.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Vem aí o Dia do Pai...

           Existem duas histórias sobre a origem do Dia do Pai: 

         Talvez, há mais de 4 mil anos, na Babilónia, um jovem chamado Elmesu pegou num pedaço de argila e moldou um pequeno cartão para oferecer ao seu pai onde escreveu uma mensagem desejando-lhe sorte, saúde e longa vida.

Sonora Luise e william Jackson Smart

         Mas só em 1909, nos Estados Unidos, Sonora Luise resolveu criar um dia dedicado aos pais, motivada pela admiração que sentia pelo seu pai, William Jackson Smart, que era militar. 



         Em 1972, o presidente americano Richard Nixon oficializou o "Dia do Pai" (Father's Day). 
         Seguindo a tradição é comemorado no terceiro domingo de junho.
         Em Portugal é comemorado no dia 19 de março, dia em que se celebra o dia de São José, santo popular da igreja católica.

quinta-feira, 16 de março de 2017

Feira do Livro das Obras da Escritora Ana Maria Magalhães


       A Biblioteca vai organizar uma pequena Feira do Livro, com livros da escritora Ana Maria Magalhães, dando destaque às obras mais recentes. Serão vendidos com 20% de desconto.


Quiz sobre Ana Maria Magalhães 



quinta-feira, 9 de março de 2017

A Mulher


A mulher não é só casa
Mulher-loiça, mulher-cama
Ela é também mulher-asa,
Mulher-força, mulher-chama

E é preciso dizer
Dessa antiga condição
A mulher soube trazer
A cabeça e o coração

Trouxe a fábrica ao seu lar 
E ordenado à cozinha
E impôs a trabalhar
A razão que sempre tinha

Trabalho não só de parto
Mas também de construção
Para um filho crescer farto
Para um filho crescer são

A posse vai-se acabar
No tempo da liberdade
O que importa é saber estar
Juntos em pé de igualdade

Desde que as coisas se tornem
Naquilo que a gente quer
É igual dizer meu homem
Ou dizer minha mulher.

Ary dos Santos









Músicas para o Dia da Mulher







         "Todos sabemos que o céu ainda não está acabado. São as mulheres que, desde há milénios, vão tecendo esse infinito véu." (Mia Couto)
FELIZ DIA DA MULHER


Os Direitos das Mulheres - um livro


A propósito da comemoração do DIA INTERNACIONAL DA MULHER, aqui fica a sugestão de um livro :  Os Direitos das Mulheres  de Victoria Parker, da Gradiva.
         Publicado em 2000,  é uma obra que, como é referido na contracapa, nos ajuda a refletir criticamente sobre a questão da (des) igualdade dos géneros.
         Na contracapa: «Este livro reflete criticamente sobre um assunto que, quer gostes, quer não, afeta a TUA vida – o facto de seres homem ou mulher.
         Não há nada que um homem faça que uma mulher não possa fazer (melhor!). Mas as mulheres têm que trabalhar o dobro do que os homens trabalham para atingirem os mesmos objetivos.
         PORQUÊ? Não te parece injusto que as mulheres continuem, em muitos casos e em muitas sociedades, a ser discriminadas no emprego, que tenham de conciliar todo o trabalho doméstico com a carreira profissional, que o acesso a cargos de poder lhes seja dificultado ou que ocupem uma percentagem ínfima dos cargos governamentais? Por que razão distingue a nossa sociedade os indivíduos de acordo com o sexo e não de acordo com a competência?
         Todas estas questões têm sido levantadas no percurso da luta pelos direitos das mulheres, pelo que o mundo de hoje é muito menos um mundo dos homens. É bem melhor ser mulher hoje em dia do que o foi durante muitos e muitos anos. Lê este livro e descobre PORQUÊ.»

         Para saber mais em: Europa - Dia Internacional da Mulher 2017




Dia Internacional da Mulher - 8 de março


Como tudo começou...

        O dia 8 de março é, desde 1975, comemorado pela ONU como Dia Internacional da Mulher, para lembrar as conquistas sociais, políticas e económicas das mulheres. As lutas das mulheres por melhores condições de vida e trabalho, bem como pelo direito de voto, aconteceram quase ao mesmo tempo em todo o mundo. Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve e ocuparam a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias foram fechadas na fábrica onde deflagrava um incêndio e cerca de 130 mulheres morreram queimadas.
         Em 1908, mais de 14 000 marcharam pelas ruas de Nova Iorque reivindicando o mesmo que as operárias no ano de 1857, assim como o direito de voto. Caminhavam com o slogan Pão e Rosas, em que o pão simbolizava a estabilidade económica e as rosas uma melhor qualidade de vida.
         Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem aquelas mulheres, comemorar-se o 8 de março como Dia Internacional da Mulher. Aqui poderás encontrar informação mais completa.

terça-feira, 7 de março de 2017

Encontro com a escritora e ilustradora Maria Sousa - 30 de março


Quem é Maria Sousa?

Maria Sousa nasceu em 1971 e reside em Aveiro;
Frequentou o curso de Línguas e Relações Empresariais, na Universidade de Aveiro.
Esteve ligada à área comercial e financeira, durante cerca de 16 anos.
Atualmente, dedica-se a tempo inteiro, às artes plásticas.
Escritora e ilustradora tem no seu filho a sua “fonte de inspiração” para os seus livros infantis.
Os seus livros têm como temática a preservação da natureza, o equilíbrio entre a fauna e a flora e a cidadania.


Livros Publicados
1º livro, “Os Guardiões do Reino do Sol”, novembro 2012
2º livro, “A mata da avó Luísa”, novembro 2013
3º livro, “Despertar”, novembro 2014
4º livro, "As Paixões da Primavera", novembro 2016

Mais informação em: http://www.contoscomarte.com/

domingo, 5 de março de 2017

Uma Aventura em Conímbriga


             Uma Aventura em Conímbriga chega às livrarias a 28 de março, de 2017.
        Uma Aventura em Conímbriga é o 59º título da série "Uma Aventura", das escritoras Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada. O último volume saiu em 2016.

       Ana Maria Magalhães (à direita) e Isabel Alçada (à esquerda) começaram a coleção "Uma Aventura" em 1982.

     Cerca de um ano depois da publicação de Uma Aventura na Madeira, chega às livrarias o novo título da famosa coleção de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada.             Uma Aventura em Conímbriga, levará as gémeas Teresa e Luísa, Pedro, Chico e João até às ruínas romanas, onde participarão numa recriação histórica que todos os anos ali se realiza. É durante essa recriação que os cinco jovens ficam a saber do tesouro dos Valérios, “cujo enigma para o descobrir se encontra na Casa dos Repuxos”.
      “Não sabemos se existe ou não um tesouro, mas os elementos da quadrilha do Dragão, que estavam junto da tenda vermelha, ouviram a Líria a contar a história, e vão fazer tudo para que sejam eles a apanhar o tesouro. Uma trama cheia de peripécias que se vai desenrolar nas ruínas romanas de Conímbriga e com a ajuda de um arqueólogo que trabalha nas escavações e que por acaso até é um descendente dos Valérios. Tudo se resolverá a favor dos nossos heróis”.

         Para saber mais:


Uma Aventura - Wikipédia 




Ana Maria Magalhães de visita ao Agrupamento de Escolas de Santa Cruz da Trapa

Semana da Leitura -30 de março a 4 de abril  


            No âmbito da Semana da Leitura, a Biblioteca promove, no próximo dia 3 de abril, um encontro entre a escritora Ana Maria Magalhães e os alunos do 2º.e 3º ciclos.  
            Fomentar a educação literária das crianças e jovens e consolidar o gosto pela leitura são os principais objetivos destes encontros, que se realizam com regularidade na biblioteca escolar
            A escritora, que irá estar de manhã e de tarde, vai dar a conhecer a sua obra literária, seguindo-se um período de conversa com os alunos, onde as palavras, a escrita e os livros irão suscitar momentos de grande interação.
            Ana Maria Magalhães é coautora de várias coleções e livros didáticos para crianças e jovens, nomeadamente da famosa coleção “Uma Aventura”.

            Para saber mais:

Uma Aventura

Uma Aventura - Ana Maria Magalhães 




sábado, 4 de março de 2017

Comunicar em Segurança

       

     O Comunicar em Segurança é um programa da Fundação Portugal Telecom, que pretende contribuir para uma educação e cidadania digital consciente, segura e responsável, junto dos mais jovens, pais e encarregados de educação.


         A utilização da Internet é uma prática diária por parte de milhões de utilizadores, de todas as idades, culturas e estilos de vida. Mas como a utilizar de forma segura?
          Apesar de a Internet apresentar-se como um mundo cheio de potencialidades, também oferece imensos riscos, não sendo nunca demais chamar a atenção dos nossos jovens para isso.

         Deste modo, procuramos alertar os jovens para a necessidade de terem determinados cuidados no uso da Internet e adquirir competências como leitores críticos desenvolvendo a capacidade de construir o seu próprio conhecimento.

Disponibiliza um conjunto de recursos úteis destinados a alunos e educadores, acessíveis em:

Comunicar em Segurança - Sapo




sexta-feira, 3 de março de 2017

Cadernos de Educação Financeira

                       Caderno 1 - 1º Ciclo                          Caderno 2 - 2º Ciclo


Clicar na imagem para fazer o download.


Saber mais em:

quarta-feira, 1 de março de 2017

Novas aquisições de Fundo Documental

Vai à biblioteca e explora-os!



















A leitura, um bem essencial

Leitura para todas as idades - Plano Nacional de Leitura

 Voluntários de Leitura



Mais uma história de encantar...
Os alunos do 5º A e 6ºB com os meninos e meninas do1ºano.




Isabel Alçada

Fundadora e coordenadora do Projeto Voluntários da Leitura.



         Isabel Alçada, nome literário e profissional de Maria Isabel Girão de Melo Veiga Vilar é uma professora e escritora portuguesa.
         Frequentou o Lycée Français Charles Lepierre e licenciou-se em Filosofia, pela Universidade de Lisboa, em 1974.
         No rescaldo do 25 de Abril é admitida no Ministério da Educação, primeiro como técnica da Direção-Geral
         Permanente de Educação, em 1975, depois no Secretariado de Reestruturação do Ensino Secundário, até 1976.
Iniciou funções como professora do Ensino Básico em 1976.
Depois de ter sido colega de Ana Maria Magalhães, na Escola EB 2/3 Fernando Pessoa, forma com esta, uma dupla na escrita juvenil, inaugurada com Uma aventura.na cidade, em 1982.
         Em 1984 obteve um mestrado em Análise Social da Educação, na Universidade de Boston, homologado pela Universidade Nova de Lisboa.
         Em 1985 tornou-se professora-adjunta da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Lisboa. Ocupou os cargos de membro do Conselho Diretivo da Escola EB 2/3 Fernando Pessoa, vogal da Direção do Sindicato dos Professores da Grande Lisboa, administradora da Fundação de Serralves, de 2000 a 2004, e de comissária do Plano Nacional de Leitura, de 2006 a 2009.
         Em 2009 foi empossada como Ministra da Educação do XVIII Governo Constitucional.

Biblioteca adere ao projeto “Voluntários da Leitura”


      O voluntariado de leitura pretende constituir-se como um apoio no acompanhamento individualizado na área da leitura, promovendo o desenvolvimento da literacia e a consolidação dos hábitos de leitura de crianças e jovens.

Para mais informações sobre o projeto: http://www.voluntariosdaleitura.org/


        Tornar-se voluntário de leitura é também uma forma de envolvimento cívico que promove as potencialidades das novas gerações. Em Portugal, o voluntariado de leitura está ainda numa fase inicial, mas instituições que têm organizado ou acolhido este tipo de intervenção são testemunhas dos efeitos positivos no desenvolvimento educativo e cultural dos beneficiários.

Saber mais em:



         A participação é gratuita mas sujeita a inscrição para: bibliotecasct@gmail.com